Orçamento

Henrique Avancini leva a melhor em Campeonato Brasileiro de Mountain Bike Henrique Avancini leva a melhor em Campeonato Brasileiro de Mountain BikeHenrique Avancini leva a melhor em Campeonato Brasileiro de Mountain Bike

Compartilhe:

Tudo o que se ouvia eram os gritos de incentivo do público e para onde se olhava, bicicletas estampavam o cenário do hotel, que foi totalmente preparado e adaptado para o evento.  Além das provas das categorias estreantes, novidade da edição do campeonato, as provas das categorias oficiais também abrilhantaram as tardes do Green Hill.

Este é um dos principais eventos do calendário nacional do Mountain Bike e conta com pontos válidos para o ranking nacional e internacional UCI.

Além dos competidores, ao redor das pistas estava o público, que foi prestigiar os atletas. É o caso de Camila Pinheiro, que visitou o evento com o marido e os três filhos. “Não conseguimos chegar a tempo para o meu marido se inscrever na competição, mas mesmo assim fizemos questão de acompanhar as provas. Sem dúvidas este é um evento para toda a família”, destacou.

Para muitos presentes o esporte vai além do hobby, mas há quem tenha aproveitado a oportunidade para incentivar a prática do exercício físico. Pacheco e a esposa Fernanda foram assistir ao evento com a filha de Paola, de 3 anos, e garantiram que esta é a oportunidade de estabelecer mudanças. “Não participo de competições, mas pratico o esporte nos finais de semana com o objetivo de cuidar da saúde. Trouxe minha esposa para incentivá-la e, quem sabe, possamos praticar juntos”, explicou Pacheco.

O Mountain Bike é apenas uma das muitas modalidades praticadas com as “magrelas”, mas mesmo assim, agrada a todos sem distinção pelo sentido de aventura e adrenalina. Praticante do ciclo turismo radical, Marco César fez questão de visitar a nova estrutura da competição e assistir aos amigos nas provas: “Acho a vinda do evento para Juiz de Fora e especificamente para o hotel, maravilhosa. Foi criado um circuito relativamente curto, onde os competidores precisam dar várias voltas e, consequentemente, isso oferece maior visibilidade para o público. Ficou excepcional”.

Tudo o que se ouvia eram os gritos de incentivo do público e para onde se olhava, bicicletas estampavam o cenário do hotel, que foi totalmente preparado e adaptado para o evento.  Além das provas das categorias estreantes, novidade da edição do campeonato, as provas das categorias oficiais também abrilhantaram as tardes do Green Hill.

Este é um dos principais eventos do calendário nacional do Mountain Bike e conta com pontos válidos para o ranking nacional e internacional UCI.

Além dos competidores, ao redor das pistas estava o público, que foi prestigiar os atletas. É o caso de Camila Pinheiro, que visitou o evento com o marido e os três filhos. “Não conseguimos chegar a tempo para o meu marido se inscrever na competição, mas mesmo assim fizemos questão de acompanhar as provas. Sem dúvidas este é um evento para toda a família”, destacou.

Para muitos presentes o esporte vai além do hobby, mas há quem tenha aproveitado a oportunidade para incentivar a prática do exercício físico. Pacheco e a esposa Fernanda foram assistir ao evento com a filha de Paola, de 3 anos, e garantiram que esta é a oportunidade de estabelecer mudanças. “Não participo de competições, mas pratico o esporte nos finais de semana com o objetivo de cuidar da saúde. Trouxe minha esposa para incentivá-la e, quem sabe, possamos praticar juntos”, explicou Pacheco.

O Mountain Bike é apenas uma das muitas modalidades praticadas com as “magrelas”, mas mesmo assim, agrada a todos sem distinção pelo sentido de aventura e adrenalina. Praticante do ciclo turismo radical, Marco César fez questão de visitar a nova estrutura da competição e assistir aos amigos nas provas: “Acho a vinda do evento para Juiz de Fora e especificamente para o hotel, maravilhosa. Foi criado um circuito relativamente curto, onde os competidores precisam dar várias voltas e, consequentemente, isso oferece maior visibilidade para o público. Ficou excepcional”.

Tudo o que se ouvia eram os gritos de incentivo do público e para onde se olhava, bicicletas estampavam o cenário do hotel, que foi totalmente preparado e adaptado para o evento.  Além das provas das categorias estreantes, novidade da edição do campeonato, as provas das categorias oficiais também abrilhantaram as tardes do Green Hill.

Este é um dos principais eventos do calendário nacional do Mountain Bike e conta com pontos válidos para o ranking nacional e internacional UCI.

Além dos competidores, ao redor das pistas estava o público, que foi prestigiar os atletas. É o caso de Camila Pinheiro, que visitou o evento com o marido e os três filhos. “Não conseguimos chegar a tempo para o meu marido se inscrever na competição, mas mesmo assim fizemos questão de acompanhar as provas. Sem dúvidas este é um evento para toda a família”, destacou.

Para muitos presentes o esporte vai além do hobby, mas há quem tenha aproveitado a oportunidade para incentivar a prática do exercício físico. Pacheco e a esposa Fernanda foram assistir ao evento com a filha de Paola, de 3 anos, e garantiram que esta é a oportunidade de estabelecer mudanças. “Não participo de competições, mas pratico o esporte nos finais de semana com o objetivo de cuidar da saúde. Trouxe minha esposa para incentivá-la e, quem sabe, possamos praticar juntos”, explicou Pacheco.

O Mountain Bike é apenas uma das muitas modalidades praticadas com as “magrelas”, mas mesmo assim, agrada a todos sem distinção pelo sentido de aventura e adrenalina. Praticante do ciclo turismo radical, Marco César fez questão de visitar a nova estrutura da competição e assistir aos amigos nas provas: “Acho a vinda do evento para Juiz de Fora e especificamente para o hotel, maravilhosa. Foi criado um circuito relativamente curto, onde os competidores precisam dar várias voltas e, consequentemente, isso oferece maior visibilidade para o público. Ficou excepcional”.

Voltar para Blog